Queremos crescimento econômico mais acelerado, diz presidente-executivo da Abidb

22 de agosto de 2019 Off Por admin

Em discurso de abertura no Abidb Fórum Infraestrutura Regional – Nordeste, o diretor-presidente da Abdib (Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base), Venilton Tadini, afirmou que o país precisa de crescimento econômico mais acelerado e o desenvolvimento da infraestrutura é fundamental para a retomada.

“Queremos crescimento econômico mais acelerado. É preciso tirar esse atraso do ponto de vista nacional e regional. Temos condições, oportunidades diante de nós. Temos que ser mais pragmáticos. Infraestrutura é fundamental para retomar o crescimento e emprego e renda”, afirmou Tadini.

O diretor afirmou que, hoje, o déficit de investimentos que tem sido feito em relação ao necessário é de R$ 300 bilhões por ano. Tadini afirmou que é necessário dar segurança jurídica para os projetos e que também é preciso que setor público e privado façam investimentos, que são complementares.

Tadini ironizou o fato do país está apenas voltado, no momento, para o controle fiscal. Segundo ele, a permanecer a tendência, no futuro, os aposentados poderão receber seus salários mas podem “não ter como acionar a sua válvula de descarga”, citando o déficit no saneamento público do Brasil que é maior que o do Paraguai.

 

Governador: Nordeste é solução para o Brasil

O governador do Piauí, Wellington Dias, fez na abertura do evento discurso em que ressaltou a importância do Nordeste para o crescimento do país, citando que do potencial de 50 gigawatts de energia que o país tem a explorar, 40 gigawatts estão no Nordeste.

“Temos que ter a humildade de perceber que o olhar dos investidores do Brasil e do mundo se fixa em outras regiões. O fato é que, hoje, aqui temos oportunidade de mais pessoas conhecerem as oportunidades na região. O Nordeste não é problema para o Brasil. É solução. É um mapa de oportunidades para o crescimento nacional”, disse Dias.

O secretário da Infraestrutura do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, citou documento recentemente concluído pela pasta mostrando a necessidade de investimentos de R$ 10 trilhões no Brasil em infraestrutura até 2040. Segundo ele, com a confluência de bons governos em estados e o alinhamento de políticas federais, o país poderá agora escolher fazer os investimentos corretos para o país.