Tráfego de veículos pesados em rodovias pedagiadas registra queda de 5%

da Agência iNFRA

O Índice ABCR aponta queda de 5,0% no fluxo de veículos pesados em rodovias pedagiadas pelo país, em número comparado com abril deste ano, em comparação sem ajuste sazonal. É a maior queda no movimento de veículos pesados desde 2020 com esse tipo de comparativo.

O levantamento mede o fluxo de veículos em estradas com pedágio e é elaborado pela ABCR Melhores Rodovias do Brasil – Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias, em conjunto com a Tendências Consultoria.

De acordo com os analistas Thiago Xavier e Davi Gonçalves, da Tendências Consultoria, o resultado da queda no número de pesados “é reflexo da normalização do efeito positivo atípico gerado pelo calendário no mês passado, que contou com maior quantidade de dias úteis, favorecendo a demanda de tráfego para atividades econômicas e logísticas”.

“Adicionalmente, em menor medida, os dados mostraram limitações advindas do baixo fluxo de veículos pesados nas praças situadas no Rio Grande do Sul, o que está associado ao desastre climático que impacta negativamente o estado desde meados do mês passado”, explicam.

Considerando o número total de veículos, o índice avançou 2,6%, com crescimento de 3,3% de leves e de 0,4% de pesados, no ano de 2024 até o momento e comparando com o mesmo período de 2023. Nos últimos 12 meses, contudo, o índice total acumula crescimento de 4,9%.

Tags:

Compartilhe essa Notícia
Facebook
Twitter
LinkedIn

Inscreva-se para receber o boletim semanal gratuito!

Inscreva-se no Boletim Semanal Gratuito

e receba as informações mais importantes sobre infraestrutura no Brasil

Cancele a qualquer momento!

Solicite sua demonstração do produto Publicidade e Branded Content

Solicite sua demonstração do produto Realização e Cobertura de Eventos

Solicite sua demonstração do produto Boletins e Alertas

Solicite sua demonstração do produto Fornecimento de Conteúdo