Conab diz que capacidade de armazenagem do país será menor que produção de grãos na 1ª safra

Dimmi Amora, da Agência iNFRA

Pela primeira vez em 20 anos, o país terá uma produção de grãos na 1ª safra menor do que a capacidade de armazenagem. A informação foi dada pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) na última quarta-feira (8) à CTLog (Câmara de Infraestrutura e Logística) do Ministério da Agricultura e Pecuária.

A capacidade estática de armazenamento do país é calculada pela Conab em 186 milhões de toneladas, sendo 166 para granéis sólidos. Com uma safra estimada para todo o ano em 310 milhões de toneladas, a estimativa do órgão federal é que a produção neste início de ano suplante em pouco mais de 1% a capacidade de armazenamento.

Com 80% a 85% da capacidade, os produtores já começam a enfrentar dificuldades para conseguir espaço para colocar a produção que necessariamente tem que passar em armazéns para sofrer processos como a secagem do produto, segundo Stelito Assis dos Reis Neto, da Superintendência de Armazenamento da estatal. “Acendeu um sinal de alerta”, disse, durante sua apresentação.

As consequências disso, segundo Stelito, é que os produtores podem ter uma renda menor ao longo do ano. Isso ocorre por três motivos principais: possíveis colheitas tardias por espera de armazenamento, uso de equipamentos inadequados e mistura de grãos com outras safras. Tudo isso reduz a qualidade do grão e faz com que as companhias que compram o produto paguem menos pelos grãos.

Mas o problema também despertou preocupação no setor portuário. O presidente da Fenop (Federação Nacional dos Operadores Portuários), Sérgio Aquino, presente na apresentação feita à Câmara, lembrou que, em outros momentos de aumentos de safra, houve pressão sobre o setor portuário, com formação de filas de caminhões nos terminais.

Segundo ele, é preciso alertar que os terminais não são pontos adequados para armazenagem dos produtos e que será necessário reforçar a coordenação para evitar que os caminhões possam ser levados aos portos sem organização, provocando filas.

Em reunião para tratar do escoamento da safra na terça-feira (7), o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Carlos Fávaro, comentou sobre o tema e disse ter tido notícia de que produtores estão usando caminhões para fazer armazenagem da safra.

Crescimento abaixo da produção
Em sua apresentação à CTLog, uma câmara que auxilia o ministro nas decisões sobre o tema, Stelito mostrou que o país vem aumentando sua produção agrícola a uma taxa de pouco mais de 5% ao ano desde 2010. Mas que a capacidade estática de armazenagem só cresce 2,6% ao ano, ou seja, metade.

Por isso, segundo ele, o gargalo está se apresentando agora. Além de crescer pouco, diz, o crescimento tem sido concentrado em poucos estados, o que também cria dificuldades para a operação de armazenagem da safra. 

De acordo com Stelito, há alguns atenuantes no momento para a situação, como a melhora da capacidade de escoamento de rodovias e portos, com os investimentos feitos no Arco Norte, e também o fato de a safra que começou a ser colhida agora sofrer menos concorrência internacional.

Mas, segundo ele, será necessário tomar medidas já para a atual safra, como acelerar o escoamento para que os armazéns possam ter uma maior rotatividade e ampliar as informações sobre locais que podem fazer armazenagem.

Financiamento
Stelito afirmou que é necessário retomar as discussões de um grupo de trabalho criado na própria CTLog em 2021 que tratou do tema, inclusive com recomendações ao governo sobre formas de financiar a construção e melhorar a produtividade dos equipamentos.

Luiz Fayet, consultor que apoia a Câmara, disse que é necessário criar instrumentos que não sejam apenas de subsídios e financiamento, mas formas de garantir instrumentos financeiros adequados para que o produtor possa, além de construir, ter recursos para manter os produtos armazenados. 

Segundo ele, parte dos produtores não consegue arcar com o custo de carregar os estoques porque precisam de recursos rápidos. Por isso, não fazem investimentos em armazenagem.

Tags:

Assine nosso Boletim diário gratuito

e receba as informações mais importantes sobre infraestrutura no Brasil

Cancele a qualquer momento!

Solicite sua demonstração do produto Boletins e Alertas

Solicite sua demonstração do produto Fornecimento de Conteúdo

Solicite sua demonstração do produto Publicidade e Branded Content

Solicite sua demonstração do produto Realização e Cobertura de Eventos