Desenvolvimento sustentável e transição energética entram em debate no MoveInfra 2023, em dezembro

da Agência iNFRA

Diante das crescentes demandas ambientais e econômicas no setor de infraestrutura, autoridades e especialistas do mercado reúnem-se no evento “Infraestrutura: caminhos para a transição sustentável”, a ser realizado no B Hotel, em Brasília (DF), em 14 de dezembro.

O objetivo do encontro é discutir a relação entre crescimento econômico e transição energética, os desafios para o cumprimento das demandas do Novo PAC, e formas de dar vazão aos processos de licenciamento ambiental com as regras atuais. O debate acontece a partir das 11h30, no Painel 2: “Desenvolvimento Sustentável e Transição Energética”.

A busca pela emissão de energia limpa é uma das prioridades dos tomadores de decisão do setor de infraestrutura, pois tem o potencial de fazer com que o país avance rumo às oportunidades de negócios sustentáveis. Nesse sentido, o CEO da CCR, Miguel Setas, que estará presente ao evento, afirma que todos os investimentos previstos pela companhia para este e os próximos anos estão alinhados com a agenda de transição para uma economia de baixo carbono.

De acordo com Setas, a companhia estabeleceu algumas metas públicas para o ano de 2023, entre elas, “utilizar 78% de biocombustíveis na frota de veículos flex e aumentar a capacidade de geração fotovoltaica em 100% em relação à potência instalada de 2022”, afirmou.

Setas acrescenta que a CCR tem como compromisso abastecer 100% do consumo dos seus modais com energia verde até 2025 e utilizar biocombustíveis em 100% da frota leve no mesmo período. Segundo ele, o Grupo teve suas metas de redução de emissões de gases de efeito estufa aprovadas pela SBTi (Science Based Targets Initiative), sendo a primeira empresa do setor de infraestrutura no país a firmar o compromisso público de descarbonização.

Compromisso Sustentável
Alinhada com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU (Organização das Nações Unidas), a Hidrovias do Brasil reforça o comprometimento da empresa com metas sustentáveis de curto, médio e longo prazos com base em seis pilares de atuação: mudanças climáticas, ética e transparência, cadeia de valor, impactos ambientais, desenvolvimento local e humano, e saúde, segurança e desenvolvimento do colaborador.

O CEO da organização, Fábio Schettino, também painelista do evento, afirma que a Hidrovias possui práticas voltadas tanto para a mitigação das emissões de Gases de Efeito Estufa quanto dos impactos socioambientais e da potencialização do valor compartilhado gerado pelo modal hidroviário. 

“Assumimos o compromisso de ser carbono neutro em 2030, e algumas importantes ações para mitigar a emissão de Gases de Efeito Estufa já estão em curso, como, por exemplo, a construção de nossos empurradores híbridos de manobra, que, em plena operação, deixarão de emitir 2.168 toneladas de CO2 equivalente por ano”, disse. 

O chefe-executivo ressalta que o setor depende da natureza para se desenvolver, por isso é necessário trabalhar para preservá-la. “Ao implementar essas ações [sustentáveis], a Hidrovias do Brasil vai além, contribuindo para a construção de um futuro mais sustentável”, afirma. 

O MoveInfra é um movimento que reúne os seis principais grupos de infraestrutura do país – CCR, EcoRodovias, Hidrovias do Brasil, Rumo, Santos Brasil e Ultracargo – e tem entre suas diretrizes o desenvolvimento sustentável do setor. A Agência iNFRA será parceira do evento, produzindo conteúdo e divulgando as principais informações sobre o encontro. As inscrições do evento são gratuitas e podem ser feitas neste link. Participe!

Tags:

Assine nosso Boletim diário gratuito

e receba as informações mais importantes sobre infraestrutura no Brasil

Cancele a qualquer momento!

Solicite sua demonstração do produto Boletins e Alertas

Solicite sua demonstração do produto Fornecimento de Conteúdo

Solicite sua demonstração do produto Publicidade e Branded Content

Solicite sua demonstração do produto Realização e Cobertura de Eventos