Malha metroferroviária deve crescer 20 km em 2024 impulsionada pelo Novo PAC, diz ANPTrilhos

Elisa Costa, da Agência iNFRA

Em 2024, a malha urbana de transporte de passageiros sobre trilhos do Brasil deverá crescer 20 quilômetros e 17 estações, de acordo com os dados do mais recente Balanço do Setor Metroferroviário de Passageiros, da ANPTrilhos (Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos). Para os próximos cinco anos, considerando as obras em andamento, o crescimento pode chegar a 66 quilômetros e 59 estações.

Em entrevista à Agência iNFRA, o presidente do conselho da ANPTrilhos, Joubert Flores, explicou que as perspectivas que foram apresentadas baseiam-se, em parte, nos investimentos previstos pelo Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e em projetos trabalhados pelo Estudo Nacional de Mobilidade Urbana do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

“Temos, pelo menos, treze projetos contemplados no PAC e com o BNDES nós temos projetos em regiões metropolitanas de mais de 1 milhão de habitantes. Isso pode fazer com que os projetos saiam do papel, desde que façam sentido e sejam financiáveis”, destacou.

De acordo com Flores, a perspectiva otimista também considera o possível lançamento de uma política nacional de transporte regional, que “não resolveria toda a questão, mas que tentaria resgatar uma lacuna”, buscando soluções para diminuir desigualdades, pela malha atual estar concentrada em grande parte no Sudeste.

Outro dado em destaque mostra que a expansão da malha metroferroviária em 2023 ficou abaixo do esperado, com a conclusão de apenas 4,1 quilômetros. “Esse incremento é resultado da finalização das obras dos sistemas de Natal e de Salvador e Lauro de Freitas. A entrega dos demais empreendimentos foi adiada para 2024”, explica o levantamento, disponível neste link.

Entre os desafios para o crescimento da malha, a ANPTrilhos cita a necessidade de financiamento sustentável, superação de barreiras técnicas e regulatórias, bem como a importância de planejamento e gestão eficazes para assegurar que os benefícios sejam realizados de forma plena. Estão em andamento obras em Fortaleza, Natal, Teresina, João Pessoa, Rio de Janeiro, São Paulo e na Baixada Santista.

Tags:

Assine nosso Boletim diário gratuito

e receba as informações mais importantes sobre infraestrutura no Brasil

Cancele a qualquer momento!

Solicite sua demonstração do produto Boletins e Alertas

Solicite sua demonstração do produto Fornecimento de Conteúdo

Solicite sua demonstração do produto Publicidade e Branded Content

Solicite sua demonstração do produto Realização e Cobertura de Eventos