Aeroporto Salgado Filho: reabertura em dezembro ainda não está garantida

Elisa Costa, da Agência iNFRA

O Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, inundado pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul, não tem garantia de data para retomada das operações desde as enchentes que afetaram o local no início de maio. Mesmo com expectativa para reabertura em dezembro, a concessionária Fraport afirma que o prazo vai depender de avaliações que ainda serão feitas no terminal.

A possibilidade de reabertura no final do ano foi passada aos jornalistas pela concessionária e pelo governo federal nesta segunda-feira (3), após uma vistoria no aeroporto. Contudo a projeção é momentânea, uma vez que outros dois prazos já foram mencionados anteriormente e não foram mantidos: para agosto e para setembro deste ano.

Reconstrução
Com relação ao processo de reconstrução do terminal, a Fraport iniciou a limpeza da pista de pousos e decolagens para retirada de entulhos. Ao mesmo tempo, foram iniciados testes e sondagens para avaliação de resistência do solo, desde a compactação até a pavimentação, para medir os impactos do acúmulo de água.

O período de testes deve durar 45 dias, a depender das condições climáticas, com previsão de que no início de julho seja possível detalhar quais obras serão necessárias para recompor a pista. De acordo com a concessionária, ainda não é possível mencionar o valor total dos danos e quais equipamentos precisarão ser substituídos, pois as vistorias e o inventário dos itens ainda estão em andamento.

Reequilíbrio
Segundo o secretário nacional de Aviação Civil do Ministério de Portos e Aeroportos, Tomé Franca, um cronograma de ações reestruturantes destinadas ao retorno do funcionamento do aeroporto será apresentado nos próximos dias. Apesar dos indicativos sobre o cronograma, o governo ainda articula sobre o orçamento e custos necessários para realizar intervenções.

As análises do pedido de reequilíbrio econômico-financeiro do aeroporto também já foram iniciadas, conforme informações da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), mas, antes disso, a agência informa que priorizará os procedimentos de retomada das operações. Para o governo, as renegociações de contrato não podem impedir o trabalho de reconstrução.

Atualização de rodovias
De acordo com o Boletim de Recuperação de Rodovias Federais do Rio Grande do Sul, divulgado pelo Ministério dos Transportes até a noite desta segunda-feira (3), cinco trechos estavam totalmente interditados na BR-116 e BR-470. Outros 23 trechos, parcialmente interditados em seis rodovias: BR-101, BR-116, BR-153, BR-287, BR-386 e BR-470. Já foram liberados 107 trechos em 11 rodovias no estado, mas 15 ainda estão em obras.

Tags:

Inscreva-se no Boletim Semanal Gratuito

e receba as informações mais importantes sobre infraestrutura no Brasil

Cancele a qualquer momento!

Solicite sua demonstração do produto Publicidade e Branded Content

Solicite sua demonstração do produto Realização e Cobertura de Eventos

Solicite sua demonstração do produto Boletins e Alertas

Solicite sua demonstração do produto Fornecimento de Conteúdo